ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

2018

Editorial

Caros e caras,
Finalizamos o ano de 2018 com grande felicidade pelos projetos e resultados alcançados, mas ainda mais instigados a superar os desafios de 2019. De fato, o Brasil e o mundo pedem uma economia mais justa e sustentável, que faça jus ao significado da palavra “administração da casa”. Se o mundo é a nossa casa e a economia uma das formas de geri-la, nossa principal ocupação é dar nossa contribuição enquanto Economia de Comunhão para que o empreendedorismo e o mercado sejam instrumentos de fortalecimento de nossas democracias. Nós acreditamos que isso é possível e estamos fazendo toda nossa parte para concretizar esse sonho, que no nosso cotidiano já se realiza.

A economia do Brasil é formada por empresas de pequeno e médio porte, sendo que essas representam 93% do número de empresas registradas no nosso país, geram 54% dos postos de trabalho e respondem por 25% do movimento econômico. Temos força para gerar cultura. Por isso e para potencializar essas capacidades, nós da Anpecom nos conectamos a outras iniciativas espalhadas pelo globo, como pudemos provar e vivenciar no Prophetic Economy.

Sim, o futuro nos espera e começa agora. Contamos com você para protagonizarmos juntos esse projeto global que já transforma o mundo e a vida de milhares de pessoas.

Sim, sabemos que nossos números são pequenos quando comparados com os índices de violência, pobreza e miséria. Contudo, aprendemos que por trás de cada número e de cada índice existem vidas de pessoas e para nós o que importa é viver junto com cada pessoa o processo de superação e de conquista da própria dignidade.

Portanto, nossos números são uma grande conquista.

Obrigada por construir conosco essa história. Ela é universal e todos podem fazer parte dela.

Maria Helena e Marcelo Cassa, por toda equipe Anpecom.


SUPERA

Programa de Superação da Vulnerabilidade Econômica esse ano apoiou 107 participantes diretamente e 311 indiretamente. A base de nossa atuação aconteceu através de projetos nas áreas de saúde, necessidades básicas, educação e habitação. O objetivo do programa é contribuir para o desenvolvimento da plena autonomia da pessoa que se encontra em situação de vulnerabilidade. Os participantes são acompanhadas através da Rede Nacional de Agentes do programa, composta por voluntários e voluntárias que buscam encontrar soluções para as dificuldades em que se encontram, através de relações de igualdade, reciprocidade e comunhão, enquanto é oferecido determinado valor de recurso financeiro, de forma temporária.

SUPERA | números

SUPERA | Comunhão e Ação

A Comunhão e Ação é a campanha de arrecadação para a execução do Supera. Ela é uma parceria entre Movimento dos Focolares e Anpecom.

Essa campanha é um financiamento coletivo de pessoas e empresas que compartilham de R$10,00 a R$50.000,00 por meio de contribuições pontuais ou mensais que deram a Economia de Comunhão o sentido da sua existência: o compartilhamento de recursos de forma livre, espontânea, realizada entre pessoas que se enxergam como iguais, como membros de uma única família global.

A campanha desse ano superou em 38% o valor arrecadado na campanha do ano passado.  Esse resultado foi muito positivo porque mesmo se ainda precisaremos de recursos do exterior para cobrir o orçamento de 2019, este valor será menor em comparação com o ano passado.

A execução do Supera só é possível graças às contribuições feitas por empresas do Brasil e do mundo ligadas a EdC e a cidadãos que querem contribuir para a amenizar a pobreza. Esse ano a campanha teve como tema “O Ciclo não para”, lembrando que o ciclo do bem, da comunhão não pode parar. Clique aqui e saiba mais sobre o Supera e a  Campanha Comunhão e Ação!

SUPERA | pessoas

Nossa renda familiar não era suficiente para suprir nossas necessidades. Há alguns anos estávamos tentando concluir nossa casa, mas passamos mais de um ano sem conseguir colocar um tijolo na obra. Com a ajuda do Supera conseguimos concluir nossa casa. O nosso muito obrigado! Tatiane e Adriano

Sou Jéssica estudo Educação Física e trabalho. Hoje sou a única pessoa que trabalha na minha casa. Minha mãe atualmente não está trabalhando para ficar em casa cuidando da minha avó e do meu avô. O Supera nos ajuda em nossas necessidades básicas, fico muito grata por termos este apoio que em alguns momentos nos tira do “sufoco”.


Anpecom e Polos

A Anpecom e o Polo Spartaco formalizaram a colaboração que existe há muitos anos, por meio da assinatura de um termo de parceria entre Anpecom e Espri/SA, administradora do polo.  Estiveram presentes todos os ex-presidentes da Espri/SA, que foi para nós motivo de celebração.

Acompanhar o desenvolvimento dos Polos é um dos papéis da associação. Conjuntamente a ANPECOM e os dois Polos, Ginetta Spartaco devem fomentar o desenvolvimento da EdC no Brasil. Durante esse ano estivemos presentes em diversos eventos e reuniões realizadas por ambos para dar suporte e apoiar o progresso de cada um e de seus objetivos.

Exemplo da interação foi a capacitação e acompanhamento de projetos incubados no Polo Spartaco realizada pela Anpecom por meio dos gestores e consultores do Profor. Durante quatro dias do mês de março, gestores e consultores do Profor estiveram no Polo Spartaco, em São Paulo, para oferecer uma capacitação à equipe gestora, e outra aos empreendedores incubados no Polo: Ateliê da Mô, Netunino e T&G (fisicamente incubados), e ZelianArte e D’Ângelo, externos ao Polo.

Para acompanhar os cinco projetos incubados, foram contratados os consultores Carlos Xavier e David Ramirez, que acompanharam e orientaram os projetos sob os aspectos do negócio, da inclusão e da comunhão.


Centro Filadélfia

O Centro Filadélfia conta com um percurso de muitos anos repleto de acertos, erros e sobretudo de muito aprendizado. Sua função é trabalhar para que a Economia de Comunhão alcance dignidade científica. Considerando o momento atual vivido pela EdC no Brasil, formou-se uma equipe de cinco pesquisadores que em 2019 concentrará seus esforços na produção conjunta de artigos e textos que disseminem os pressupostos teóricos que fundamentam a Economia de Comunhão,  visando  o fortalecimento da rede nas universidades e a colaboração com outras iniciativas teóricas que tenham objetivos semelhantes aos nossos.


Arena Investidor

Projeto Arena Investidor foi concebido tendo em vista a possibilidade de que empresários, já consolidados e bem sucedidos, componentes da rede de contatos da Espri, administradora do Polo Spartaco, e da Anpecom pudessem contribuir para o surgimento e consolidação de novas empresas. 33 projetos se inscreveram na Arena e participaram do workshop preparatório oferecido aos candidatos. Aqueles que preencherem os requisitos para participação, na próxima etapa apresentarão seus empreendimentos aos investidores presentes, que poderão ou não manifestar interesse em aportar recursos.

Os projetos contemplados contarão com condições especiais de negociação com a Espri S.A. em vista de uma desejável instalação no Polo Spartaco. Saiba mais


Aliança Empreendedora

Trabalhar em sinergia com outras iniciativas como a nossa é o melhor caminho para o fortalecimento do empreendedorismo com propósito. A Anpecom e Aliança Empreendedora comprovam isso por meio do Programa Geração Empreendedora. Durante o ano de 2018 promovemos mais um ciclo de oficinas de empreendedorismo para jovens. O objetivo com essa parceria é oferecer metodologia de apoio voltada a microempreendedores individuais, a qual integra teoria e prática empreendedora.  No ciclo 2017-2018: 113 jovens foram formados, sendo 69 no Nordeste, 24 no Sudeste, 13 no Norte e 7 no Sul.

Marcio Silva Oliveira, que participou de uma das oficinas realizadas em 2018 afirmou: “Muitas vezes temos ideias e não sabemos se nossas ideias são realmente boas ou se estamos nos iludindo e aí surgem dúvidas, medo, insegurança e as ideias podem acabar morrendo antes mesmo da gente tentar, e por mais que vamos atrás, pesquisamos, levantamos informações sobre nossas ideias às vezes não sabemos por onde começar e esse curso foi perfeito para nos dar um norte e saber por onde e como começar!”
Conheça esse projeto transformador!

Em 2019 continuaremos com a parceria com a Aliança Empreendedora.


Consulus

A Anpecom fechou uma parceria com consultoria global de inovação – Consulus. A empresa é inspirada na EdC e a primeira a adotar a metodologia 3 em 1 do mercado: foco no negócio, na cultura organizacional e na experiência de marca. A parceria se concretizou em função das demandas de mercado e também por compartilharem princípios comuns por meio do projeto Economia de Comunhão. As empresas com vínculo à Anpecom podem contar com o serviço diferenciado da empresa com desconto de 30% nos contratos, em relação ao valor convencional de mercado.


Profor

Programa de Fortalecimento de Negócios Inclusivos e de Comunhão – A incubadora da Anpecom em sua primeira edição, incentivou oito empreendedores a desenvolver planos de negócios com auxílio de consultoria especializada, seis deles foram incubados e receberam recursos financeiros (capital semente) e dois foram acompanhados por consultores de gestão e de desenvolvimento pessoal.

Fundo de reciprocidade – Retorno do Capital Semente

O fundo de Reciprocidade prossegue ativo e recebendo restituições. Por enfrentar muitos problemas para levar adiante o projeto Excola, a empreendedora Cláudia Canova decidiu, em comum acordo com a gestão do Programa, vender o caminhão adquirido com recursos do capital semente, e restituí-lo ao Fundo. Os empreendedores da Premosam e Graça e Beleza têm encontrado dificuldade para amortizar suas respectivas parcelas, em face da instabilidade do mercado em que atuam, mas mostram-se cientes do seu compromisso com o Profor. Por outro lado, o Projeto Campo Fértil solicitou alteração do cronograma de reembolso para dobrar o valor da parcela, reduzindo assim o prazo final de quitação inicialmente acordado. Já há algum tempo, a Empresa Cuidar de Viver vem antecipando uma parcela a cada mês. O saldo do Fundo de Reciprocidade em 30.11. 2018 é de R$ 132.074,63.

 Pesquisa de Autoavaliação – Ano II

Em 2018 completamos 18 meses de acompanhamento dos projetos. Para verificação dos resultados, dessa vez sob a ótica dos incubados, foi aplicada a pesquisa que revelou:

Na busca por consolidar o aprendizado recíproco inspirado na Edc, em agosto deste ano, promovemos o encontro entre os programas do Brasil (Profor) e da Argentina (Turismo sostenible, NOA), na cidade de Igarassu-Recife (Brasil). Participaram 13 representantes do Programa de Turismo (entre técnicos e beneficiários), a equipe do Profor (gestão, empreendedores e consultores),e uma representante da AMU.   Leia mais

PROFOR – Ciclo II

Para preparar a segunda edição do Profor, realizaram-se reuniões avaliativas e preparatória. Atualmente estamos aguardando o retorno de um edital, para saber se haverá investimento para a realização do segundo ciclo ou se será necessário reformular o Programa.

Boa notícia para o PROFOR!

O Profor foi selecionado pelo Programa de Aceleração de Impacto, promovido pela Anprotec, ICE e Sebrae!


Por um mundo melhor

Notei na minha cidade que havia uma carência de roupas infantis.  Assim como os demais habitantes do distrito, eu precisava percorrer longas distâncias até municípios vizinhos para encontrar variedades desses artigos. Ao constatar essa dificuldade encontrei uma oportunidade de empreender e, ao mesmo tempo, de ir ao encontro de uma necessidade local. Decidi então me inscrever em um programa de fortalecimento de negócios de impacto social que naquele período estava sendo promovido na minha região. Até então eu tinha apenas uma ideia, nem mesmo havia feito um plano de negócios para a empreitada, mesmo assim fui selecionada e recebi acompanhamento para estruturar a PP Kids, nome que escolhi para a minha loja.  Eu amo minha cidade e não pretendo morar em outro lugar. Aqui é minha raiz, então eu quero esse lugar melhor e quero que as pessoas realmente vivam melhor.

Desde o começo eu sabia que simplesmente abrir uma loja de artigos infantis não era o suficiente. Por isso a PP Kids traz em seu modelo de negócios a proposta de comercializar roupas e acessórios feitos por costureiras e artesãs da região. As pessoas chegam, gostam e eu já falo do projeto. A gente vai começar a cadastrar as costureiras, vai formar um comitê avaliador. Quando a gente fala da ideia, as pessoas se encantam porque veem uma oportunidade de venda daquele produto que elas fazem tão bem. Eu vendo produtos, mas além disso ofereço uma oportunidade de uma renda extra para famílias da região e isso me move. Sandra Pereira, empresária de Cotia/SP

Conheci um morador de rua que me pediu algo para comer. Além de dar algo para ele comer comecei a conversar com aquele senhor e descobri que ele sabia trabalhar com construção. Eu trabalho com instalações elétricas e as vezes preciso de alguém para fazer reparos. Então ofereci a ele uma oportunidade de trabalho. Assim ele começou a fazer trabalhos para minha empresa.  No primeiro dia após o trabalho eu perguntei se ele não iria tomar um banho, como em geral na nossa área fazemos. Em função do trabalho terminamos o dia muito sujos, mas ele disse que não. Eu insisti e quis saber o porquê. Foi quando ele me explicou que na comunidade dele quem trabalha ganha respeito. Oferecer um emprego foi mais do que dar a possibilidade de um sustento, foi oferecer dignidade.Diogo Jason da Silva Carvalho, empresário de Recife/PE


Eventos | Assembléia Extraordinária

Após um estudo aprofundado do estatuto da Anpecom, notamos a necessidade de adequações. Sendo assim, no dia 05/05/2018 realizamos uma assembleia extraordinária, com o objetivo de legitimar a gestão compartilhada e descentralizada da associação, proporcionando-lhe maior flexibilidade e segurança. Como resultado dessa assembleia foram criadas novas categorias de associados, o conselho deliberativo e normas foram adicionadas de modo que exista maior segurança nas tomadas de decisão da associação. Saiba mais…


Eventos | Cidades Inteligentes

Em conjunto com a ESPRI/SA, administradora do Polo Spartaco, promovemos em maio, um evento com o tema Cidades Inteligentes. Na busca por trazer temas importantes para o fortalecimento e desenvolvimento das empresas, escolhemos Cidades Inteligentes.

O desafio do evento foi abordar o tema e inspirar os empresários a não pensarem apenas no desenvolvimento tecnológico, mas a criarem condições de sustentabilidade e melhoria continua da sociedade por meio do uso das tecnologia nos negócios. Estiveram presentes 113 participantes entre profissionais liberais e empresários.  Leia mais…

 


Eventos | Encontro de empresários EdC

Em setembro reunimos um grupo de 68 empreendedores para discutir sobre a missão do empreendedor da EdC no momento atual e o papel da comunhão. Contamos com a participação do italiano Alberto Ferrucci, um dos primeiros empresários da EdC do mundo e membro da comissão internacional, que realizou uma reflexão profunda e reforçou a convicção de que os empresários e as empresas são as raízes da grande árvore da Economia de Comunhão, hoje considerada um movimento global cultural. Sua participação foi motivo de alegria para todos.

Alguns empresários dividiram suas experiências e as estratégias que adotam para fazer empresas de Economia de Comunhão, suas principais dificuldades, seus desafios diários, sua relação pessoal com a pobreza e com a comunhão dos bens. Foi um encontro de diálogo e renovação.


Eventos | Fórum Nacional

Na edição 2018 do nosso evento nacional estiveram presentes de empresários a pesquisadores  jovens e cidadãos de todos os espaços da sociedade. A proposta foi convidar a todos a fazer uma reflexão profunda da economia mundial das últimas décadas e o papel que a sociedade e de modo especial o empreendedor tem na construção da economia. A programação do fórum, que aconteceu no dia 14 de setembro, contou com 140 participantes e mesclou reflexões e cases de impacto social de sucesso de vários pontos do Brasil. Saiba mais…


Eventos | Assembléia Ordinária

Como de praxe a Assembleia Anual, além de cumprir com os aspectos legais com a prestação de contas de todos os projetos que administramos realizados entre outubro de 2017 e agosto de 2018, tivemos a eleição do Conselho Deliberativo, órgão criado para descentralizar as decisões da Anpecom. O evento aconteceu no dia 15 de setembro, em Vargem Grande Paulista, com caráter de Assembleia Ordinária e Extraordinária da Associação Nacional por uma Economia de Comunhão (Anpecom) e reuniu cerca de 150 pessoas entre associados e pessoas interessadas na Economia de Comunhão (EdC) no Brasil. Leia mais…


Eventos I Feira de Negócios

Realizamos durante o Fórum Nacional de Empreendedorismo em parceria com o Polo Spartaco a segunda edição da feira de negócios, 31 empresas participaram do evento, vindas de diversos lugares do Brasil. A Pizzaria Loppiano de Manaus no Amazonas e a Azoni Suplementos de Pelotas do Rio Grande do Sul, ilustram bem a distância que percorremos e a diversidade dos negócios. Muitos dos empresários marcaram presença pela primeira vez, na ocasião empresas ligadas à Economia de Comunhão ou alinhadas com os princípios do projeto expuseram seus negócios para mais de 150 visitantes que estiveram presentes.

A Feira de Negócios é uma demonstração de como conectar empresários e profissionais que compartilham valores que transformam a realidade dos negócios e da sociedade como um todo. Saiba mais!


Eventos | Fórum de Finanças Sociais

Participamos em conjunto com outras organizações, da preparação do 1º Fórum de Finanças Sociais e Negócios de Impacto do Nordeste o evento teve como objetivo de fomentar o ecossistema de negócios de impacto no Nordeste. Os negócios de impacto (NI) são empreendimentos que têm a missão explícita de gerar impacto socioambiental ao mesmo tempo em que geram resultado financeiro positivo e de forma sustentável.

Foram 3 dias de programação entre debates, palestras e apresentações de cases, trazendo para a discussão temas como modelos de negócios, oportunidades de engajamento e conexão entre empreendedores.

Desenvolvendo competências para um empreendedorismo de impacto

A equipe da Anpecom em conjunto com a comissão local de Recife preparou uma programação especial para o fórum que aconteceu em novembro. O evento foi composto por duas partes. Durante a manhã, Raiana Lira, empreendedora da EdC abordou o tema sobre as características de uma liderança com valores, seguida por um momento profundo de comunhão e uma vivência baseada no tema da escuta guiado por Saritta Falcão Brito do Instituto Fonte. No período da tarde, Andreza Lucas, coordenadora do Centro Filadélfia, explanou sobre as múltiplas faces da pobreza, deixando claro que todos temos pobrezas e riquezas.

Estiveram presentes 38 pessoas. O público era heterogêneo, muitos não conheciam a Economia de Comunhão, o que tornou as discussões e os momentos de comunhão ainda mais proveitosos. O evento era uma das programações de um evento maior chamado REC’N’PLAY que convidou a todos a se abrirem para experiências tecnológicas e criativas em diversas áreas, entre elas a economia. Saiba mais!


Eventos | Prophetic Economy

Muitas pessoas em todo o mundo CREEM apaixonadamente no desenvolvimento humano e na sustentabilidade, TRABALHAM incansavelmente para mudar as regras vigentes. E desse trabalho nasceu o Prophetic Economy, que reuniu iniciativas ao redor do globo que estão fazendo algum trabalho para um mundo mais inclusivo, justo e sustentável, se dividindo em três etapas:

Um concurso em nível mundial

Foram 13 instituições brasileiras inscritas, sendo que 3 ficaram entre as 25 melhores, 2 entre as 10 melhores, a Plant e o Ateliê Brasil que ficou em segundo lugar no concurso.

O Ateliê foi criado por Eli Tosta, artista plástica, há mais de 20 anos. Ela foi premiada por usar o capital cultural, a capacidade de artesãos locais nas suas obras de artes e oferecer produtos que o mercado consumidor internacional tem interesse e paga para consumir. Ela usa a arte para criar oportunidade de trabalho para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade econômica, mas que tem capacidade artística para produzir materiais interessantes.

Evento Internacional

O evento internacional reuniu em novembro na Itália, diferentes protagonistas de mudança, de diferentes abordagens, mas com um objetivo comum: fazer uma economia mais humana. Através de uma troca dinâmica de boas práticas para a construção de uma rede colaborativa. Foram mais de 500 participantes de 40 países, entre eles 08 brasileiros reunidos.

Eventos Locais

No Brasil incorporamos essa proposta ao Fórum Nacional de Empreendedorismo: Uma rede reconstruindo a economia e o Fórum Nordestino da EdC: Desenvolvendo competências para um empreendedorismo de impacto. Embora em um contexto nacional os fóruns, assim como o evento internacional, reuniram diferentes empreendedores que em seus negócios fazem algo para gerar impacto positivo.

Saiba mais sobre o Prophetic Economy…


Melhorias

Sustentabilidade Organizacional     

Estruturar a área da Sustentabilidade Organizacional foi uma decisão estratégica da organização. O objetivo central da área é mobilizar recursos de várias naturezas: financeiros, técnicos (chamar e motivar voluntários), sociopolíticos (fazer articulações, estratégias e alianças para o bem da organização). Este movimento interno da ANPECOM foi inspirado pela necessidade e decisão de realizar um conjunto de tarefas para fortalecer a organização.

Adoção do ASANA na gestão da Associação

O Asana é uma plataforma online de gerenciamento de tarefas colaborativas. Com essa plataforma a começamos a administrar e a controlar os trabalhos de forma mais organizada e prática. Melhorando o acompanhamento das atividades e reduzindo o tempo  e margem de erros na operação.

Novo  Sistema de Cobrança

Passamos a utilizar um sistema de cobrança online e tivemos uma redução de 65% dos custos. Além da redução. o sistema permite um controle dos pagamentos com maior facilidade e agilidade.

 NOVO site da Anpecom

Em 2018 lançamos o novo site, mais rápido, dinâmico e acessível.

E assim concluímos nosso 2018 com muita gratidão. Para 2019 convidamos você, que se sente impelido a construir uma economia mais justa, inclusiva e sustentável, a continuar trabalhando conosco.