ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

COMO MENSURAR A CULTURA EM UMA EMPRESA DE EDC

30/11/2018

O intangível está presente nas estruturas de qualquer empresa, especialmente nas que praticam a Economia de Comunhão. No entanto, para saber o retorno sobre o investimento (ROI, sigla em inglês) ou para traçar o planejamento estratégico, é necessário mensurar o subjetivo. Com alguns passos simples, desenvolvidos por Rodolfo Leibholz, isso é possível.

O empresário lembra que a empresa pode ser equiparada a um organismo vivo. Para que este esteja funcionando bem, todos os sistemas e órgãos devem funcionar igualmente. Por exemplo, como a personalidade de uma pessoa é essencial, assim também é a identidade da empresa, que consiste em visão, valores e missão. O processo, portanto, tem o objetivo de identificar os pontos com dificuldade de funcionamento e torná-los saudáveis.

O método estuda sete princípios da EdC que são abordados em três etapas: diagnóstico, análise de equilíbrio dos princípios e plano de ação.

7 PRINCÍPIOS

  • financeiro;
  • ética, fidelidade e missão;
  • qualidade de vida;
  • harmonia e qualidade de vida;
  • desenvolvimento da cultura da EdC; comunicação;
  • irradiação dos projetos da EdC

Diagnóstico

Analisar o histórico da empresa e da equipe. Em seguida, fazer perguntas direcionadas baseadas em um modelo pré-existente aos colaboradores para definir o status dos princípios. As respostas devem conferir pesos numéricos a cada item.

Análise de equilíbrio

Com base no estudo do histórico e nas respostas adquiridas, construir um diagrama com a média das respostas. Desta forma fica fácil de visualizar os pontos que necessitam de mais atenção e os que estão bem.

Plano de ação

Esse é o momento para determinar metas tangíveis que sejam reflexo de ideias subjetivas. Por exemplo, se o objetivo for aproximar-se da população jovem, a meta pode ser realizar workshops para jovens a cada dois meses. É aqui também que surge o espaço para planejamento estratégico, cada vez mais importante para a sobrevivência das empresas.

Manter um relacionamento saudável com os stakeholders é essencial para a sobrevivência da empresa e, para isso, cada vez mais é necessário apresentar o retorno sobre o investimento(ROI, sigla em inglês). Em empresas de EdC isso certamente é possível e pode gerar impacto no seu negócio.

Ao final desse processo, é possível ver de forma clara e organizada as oportunidades a serem trabalhadas, assim como lacunas a serem abordadas. Mensurar a cultura empresarial é fundamental para manter e melhorar de forma contínua a geração de lucros e o impacto social.

 

Escrito por Lívia Navas