ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

Delegação brasileira será a segunda maior no evento Economia de Francisco. E a EdC estará representada.

30/01/2020
Cerca de 100 jovens brasileiros estão se preparando para participar do evento Economia de Francisco, entre os dias 26 e 28 de março. A delegação brasileira será a segunda maior, atrás apenas da italiana.

Cerca de 100 jovens brasileiros estão se preparando para participar do evento Economia de Francisco, entre os dias 26 e 28 de março. A delegação brasileira será a segunda maior, atrás apenas da italiana.

Os jovens já têm realizado encontros presenciais e virtuais desde o ano passado com o intuito de pensar ações que colaborem com a transformação social de suas comunidades a partir da proposta do Papa Francisco: trabalhar por uma economia que cuide dos mais fracos, do bem comum e tenha compromisso com a ecologia integral. Claramente, um reflexo do legado de São Francisco de Assis, que empresta o nome ao evento.

A Economia de Comunhão é uma das principais organizadoras do Economia de Francisco juntamente com a Prefeitura e Diocese de Assis, especialmente por meio da pessoa de Luigino Bruni, coordenador internacional da EdC e diretor científico do evento.

Jovens brasileiros ligados à Economia de Comunhão também estarão presentes. Silvia Barros, de Porto Alegre, já começou a ler livros dos experts presentes no evento, bem como alguns documentos nos quais o Papa fala de economia, como a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, a fim de se preparar para a viagem.

“Acredito que a combinação entre essa proposta do evento em buscar alternativas para reduzir a pobreza e proteger o meio ambiente, com jovens preparados e entusiasmados para trabalhar por esse propósito, somado ainda à presença de experts renomados capazes de conduzir o que está sendo feito, são ingredientes necessários para construirmos soluções viáveis, eficazes e de longo prazo ao que se almeja alcançar”, comentou Barros.

Além da participação no evento principal, a Economia de Comunhão também está organizando um evento paralelo, em Perugia, para todos os interessados em trabalhar pelo mesmo propósito da Economia de Francisco, mas que por motivos de idade ou vagas limitadas não poderão estar em Assis. A programação seguirá a mesma linha do evento principal e também prevê um encontro com o Papa Francisco.

Saiba mais sobre o evento Economia de Francisco

Pensado especialmente pelo Papa Francisco para refletir junto aos jovens sobre a economia global, o evento terá como tema “Os jovens, um pacto, o futuro”.

O encontro é destinado a jovens de até 35 anos estudantes de economia, empreendedores e protagonistas de mudanças, de diversas partes do mundo, de todas as crenças.

De 26 a 28 de março de 2020, em Assis, cidade de São Francisco, os jovens participarão de laboratórios, eventos artísticos, plenárias com convidados renomados, especialistas em sustentabilidade, empreendedores e empreendedoras comprometidos com uma economia diferente. Os temas serão os mais diversos: economia, finanças, desenvolvimento, educação, redes, formas de organização e governança democrática

São esperados mais de 2 mil jovens para a ocasião.

 

Autor: Cibele Lana