ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

EdC em Belo Horizonte promove evento sobre revoluções tecnológicas

07/08/2019

Empresários, professores, estudantes e pessoas interessadas participaram de dois eventos da Economia de Comunhão, nos dias 26 e 27 de julho, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais.

A convite da comissão da EdC da capital mineira, os eventos contaram com a participação do vice-presidente da ANPECOM, Marcelo Cassa.

Na sexta-feira, dia 26, Cassa conduziu uma palestra com a temática: “Como enfrentar a revolução tecnológica. Desafio, oportunidade ou ameaça?”, com a participação de 75 pessoas convidadas pela rede de relacionamentos dos participantes da EdC na cidade. Era um público diverso, interessado e atento.

A tônica principal foi mostrar aos presentes como a Economia de Comunhão auxilia na transformação de ameaças em oportunidades.

Cassa evidenciou que com o foco nas pessoas, o empresário da EdC é capaz de ter uma visão mais ampla e isso o faz enxergar soluções mais completas. “O empresário da EdC considera vários fatores para a tomada de decisão e não só o resultado quantitativo do lucro, mas especialmente o qualitativo (relacionamentos, cultura, reciprocidade, etc). Ou seja, têm o foco nas pessoas. E ao integrar redes do bem, com propósito, conseguem transformar ameaças em oportunidades”, explicou Cassa.

“O Marcelo compartilhou a experiência dele com simplicidade. E nos deixou a mensagem que é preciso profissionalizar o bem comum”, disse Milton Almeida, psicólogo e empreendedor social.

O público não queria finalizar o encontro, de tão participativo e proveitoso. Muitos dos presentes demonstraram o desejo de contribuir e participar da Economia de Comunhão de alguma forma.

Um empresário se dispôs a tornar sua empresa formalmente vinculada à EdC, comunicando isto a seus funcionários e tornando-os participantes ativos e mais conscientes. Outra empresa da área financeira está estudando uma forma de parceria com a ANPECOM para criar um fundo de financiamento para   microempresas de forma coletiva. E ainda outro empresário se dispôs a participar de eventos nacionais da EdC para contribuir com sua experiência de sucesso empresarial. Apenas para citar alguns “frutos”.

No sábado pela manhã, o encontro foi direcionado a um público que tinha o interesse em saber mais sobre a EdC e a atuação da ANPECOM. Foi um momento de partilha e atualização também com a presença do vice-presidente, Marcelo Cassa. Cerca de 30 pessoas estiveram presentes.

“Desde 1991, quando ouvi pela primeira vez da EdC senti o coração arder. E até hoje tenho esse mesmos sentimento”, concluiu Leda Ferreira, uma das organizadoras do evento.

Agora, com ânimos renovados, já começam a pensar nas próximas iniciativas! E nós contaremos tudo por aqui. Fiquem de olho!