ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

Jornada Empreendedora acontece em Santo Aleixo (RJ)

25/08/2017

Eu gostei de tudo, mas uma das coisas que mais gostei foi o autoconhecimento. Muitas vezes não temos o hábito de buscar saber quem somos, nossas qualidades. Outro ponto foram as várias coisas que aprendi, que vão tornar o meu negócio sempre melhor“.

Foi assim que a jovem empreendedora Ana Clara Menezes, de 21 anos, moradora do distrito de Santo Aleixo, no município de Magé (RJ), definiu a experiência dela no ciclo “Vai que Dá” da Jornada Empreendedora, realizado no distrito onde ela mora.

A formação aconteceu entre os dias 24 e 29 de julho, no Centro Cultural da localidade, iniciativa promovida pela Associação Nacional por Uma Economia de Comunhão (Anpecom), a Aliança Empreendedora e o Movimento Frutos da Terra, sendo este o responsável pela mobilização dos participantes.

Ao todo, 14 pessoas prestigiaram o curso do início ao fim e tiveram a oportunidade de refletir, dentre outros temas, sobre autoconhecimento, gestão financeira, gestão da produção e visão de mercado. “Gostei muito desse curso porque me fez ter um olhar diferente do meu negócio, me fez querer seguir em frente e lutar pelo meu empreendimento“, frisou Viviane Paraizo, dona de um carrinho no qual vende as “Empadas da Vivi”, pelas ruas de Santo Aleixo.

Durante o ciclo, vários jovens elaboraram experimentações das respectivas ideias de negócio que desejam iniciar ou ampliar. Alguns, que procuram trabalhar no mesmo ramo, se juntaram para experimentar, como na iniciativado “Santo Almoço”, realizado no dia 29 de julho, que atendeu 47 clientes nas dependências do próprio Centro Cultural de Santo Aleixo.

Além de representantes da comunidade local, pessoas dos municípios Rio de Janeiro e São Gonçalo também participaram do ciclo “Vai que Dá”. “Gostei da oportunidade de conhecermos melhor a nós mesmos e da possibilidade de desenvolvermos a experimentação“, ressaltou Kamila Paiva, moradora da Vila da Penha, no Rio de Janeiro.

A Jornada Empreendedora em Santo Aleixo mostra o potencial humano e de recursos naturais e técnicos que essa terra tem. Aqui encontrei pessoas que se dispõem a viver a economia de um novo modo e devem usufruir cada vez mais dos benefícios da Economia de Comunhão”, destacou o facilitador do ciclo, Rodrigo Apolinário.