ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

Anpecom lança financiamento coletivo pelo afroempreendedorismo em comunidade de Salvador

15/03/2021

A cultura afro é um dos maiores patrimônios do Brasil e pode se tornar um dos principais motores de geração de prosperidade e maior equidade no país. Vamos realizar juntos?

Apoie a constituição de redes colaborativas de afroempreededoras  e afroempreendedores na comunidade de Beiru Tancredo Neves, Salvador, Bahia!

Afinal, já passou o tempo de que preto empreende por necessidade. Estamos na era do empreendedorismo por oportunidade! E essa oportunidade nasce da valorização da ancestralidade, das tecnologias negras que merecem ganhar seu lugar de protagonismo. E esse movimento começa dentro da periferia, onde a carência gera competência.

Chegou a hora de você colaborar com o florescimento de uma das maiores riquezas do Brasil. A cultura afro é um de nossos grandes patrimônios e pode se tornar um dos principais motores de geração de prosperidade e maior equidade do país. Apoie a constituição de redes colaborativas de afroempreededoras e afroempreendedores na comunidade de Beiru Tancredo Neves, Salvador, Bahia, um dos maiores complexos negros de nosso território.

Como?

Por meio de uma campanha de financiamento coletivo criada pela Anpecom, em parceria com Espaço Korihé e Associação Zagaia Amazônia para viabilizar um projeto focado em gerar processos de florescimento humano e capacidades empreendedoras a partir do resgate da ancestralidade negra.

Queremos co-criar juntos redes solidárias formadas por negócios potentes e sustentáveis. Isso poderá ser replicado por todo país. A vulnerabilidade pode se transformar em fonte potência! Temos certeza que é possível.

Vem com a gente?

Cada R$ 1,00 arrecadado na plataforma Enfrente vai gerar uma doação de R$ 2,00 do Fórum de Investimentos e Negócios de Impacto Impacta Mais! Se não arrecadarmos o valor que precisamos para viabilizar nosso projeto, devolveremos todos os valores doados. É tudo ou nada! Vamos com tudo?!

Contamos com você e suas redes de contato. Divulgue por todos os cantos! Para mudar o mundo, precisamos dar as mãos e cuidar do que somos e podemos ser juntos!

Quem somos?

A Anpecom, Espaço Korihé e Zagaia Amazônia são três organizações que se encontraram para potencializar seus objetivos comuns: atuar fortemente na redução das desigualdades por meio do empoderamento pessoal e fomento ao empreendedorismo de impacto em comunidades vulnerabilizadas.

De comunidades tradicionais ribeirinhas, indígenas, quilombolas a grandes periferias, acreditamos que as oportunidades de florescimento humano devem ser multiplicadas e nascem justamente a partir de um olhar cuidadoso e afetuoso às pessoas, as verdadeiras protagonistas das mudanças institucionais e sistêmicas que almejamos. Unimos nossas experiências e saberes em processos de autocuidado e facilitação de aprendizagem focados no florescimento humano para concretizar o projeto Ancestralidade Negra e Florescimento Empreendedor. Fazemos isso há mais de 20 anos em nossas organizações e estamos aqui para viabilizar com vocês mais uma iniciativa transformadora!

Por que criamos o projeto e o que faremos juntos?

Acreditamos que o presente e o futuro de maior equidade social e prosperidade compartilhada exige um olhar prioritário às comunidades negras e à periferia. Providos de saberes ancestrais (que muitas vezes o próprio indivíduo em questão não reconhece/valoriza) capazes de transformar o mundo em crise e em colapso social e ambiental, mais cedo ou mais tarde todos os setores da economia e da vida social serão impactados pela inovação e criatividade de líderes comunitários/as emergentes das periferias.

São afroempreendoras/es em busca de espaços de crescimento que lhes são renegados. São pessoas que vivem e sabem crescer em comunidade. Possuem muitos saberes a compartilhar e experiências capazes de impactar o mundo. Porém, precisam de espaço e de acesso a oportunidades.

Por isso nasceu nosso projeto. Desejamos trabalhar com essas comunidades, colaborando para que a cultura afro seja reconhecida como uma das maiores potências do Brasil, liberando-a da condição periférica, para que muitos negros e negras possam florescer humanamente e comunitariamente, atraindo investimentos e atenção privilegiada de atores que desejam um Brasil mais équo e poderoso economicamente.

Pretendemos oferecer acesso a metodologias que atuam no campo do florescimento humano, com foco nas capacidades empreendedoras, proporcionando condições para o empoderamento de pessoas vulnerabilizadas de forma comunitária; resgate da ancestralidade por meio de movimentos de valorização cultural, musical, gastronômica e estética, favorecendo a criação de redes solidárias comprometidas com a geração de novas oportunidades de trabalho e circulação de recursos na comunidade.

Faça sua doação e conheça os atos de gratidão que preparamos para recompensá-lo/a!