ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

Campanha Extraordinária COVID-19 já distribuiu mais de 400 cestas básicas. Acesse a prestação de contas

04/06/2020
Em tempos de crise, uma ação solidária foi capaz de evidenciar a força daquela que é a essência da nossa rede: a comunhão.

Logo que o coronavírus atingiu nosso país e exigiu o isolamento social em todas as regiões, a Economia de Comunhão lançou uma campanha extraordinária de arrecadação de recursos, a fim de atender as necessidades de comunidades que já se encontravam em situação de vulnerabilidade social.

Em menos de dois meses, a campanha coletou doações de pessoas físicas e jurídicas em todo o Brasil. A quantia total de 46.613,36 arrecadada até maio foi direcionada a três comunidades e um projeto social nas regiões norte, nordeste e sul do país e possibilitou a distribuição, até o momento, de 441 cestas básicas, 27 botijões de gás, além de atender a algumas necessidades de medicamentos, fraldas geriátricas, pequenos reparos e pagamentos de contas atrasadas.

Em Salvador, os recursos atenderam a 341 famílias (cerca de 1.546 pessoas) das comunidades Tancredo Neves e Quilombo Rio dos Macacos e contou com o auxílio nas arrecadações dos membros do Movimento dos Focolares. A fim de compreender melhor a realidade das famílias, a campanha aplicou um questionário junto à comunidade e pôde identificar, por exemplo, a grande quantidade de crianças abaixo de 12 anos entre as famílias. Por isso, a cesta básica nesse caso contou com duas proteínas (ovos e frango), frutas e verduras, além dos itens de necessidades básica.

Pessoas atendidas: 1546

Cestas básicas: 341

Botijões de gás: 27

Recursos destinados: 37.012,91 (Anpecom + Movimento dos Focolares)

Em Manaus, no Amazonas, a campanha de arrecadação da Economia de Comunhão possibilitou a entrega de 60 cestas básicas, com materiais de limpeza, para a Associação de Mulheres Indígenas do Alto do Rio Negro (AMARN). Em decorrência da pandemia, as mulheres estão impossibilitadas de produzir suas peças de artesanato e assim manter o sustento de suas famílias.

Cestas básicas: 60

Recurso destinado: R$ 6.600,45.

Em Londrina, no Paraná, a campanha atendeu às necessidades de cerca de 240 pessoas com a entrega de 40 cestas básicas a famílias dos alunos bolsistas do Projeto Sol Maior, da Escola de música de mesmo nome. 

Número de pessoas atendidas: 240

Cestas básicas: 40

Recurso destinado: R$ 3.000,00

 

A Campanha ainda não chegou ao fim. Se você deseja contribuir, faça sua doação pela conta abaixo:

Banco do Brasil
Ag:2665-4
CC:38787-8
CNPJ: 07.638.735/0001-94

Associação Nacional por uma Economia de Comunhão

Autor: Cibele Lana