ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

Conheça 6 exemplos de projetos sociais para implementar em nível corporativo

20/08/2020
Se você é um gestor e acredita que precisa começar a fazer mudanças sociais e ambientais, confira alguns exemplos de projetos que podem inspirar o início de ações corporativas mais responsáveis.

Gestores preocupados em defender valores importantes e apoiar o desenvolvimento sustentável do planeta são aqueles que envolvem suas empresas em projetos sociais e, acima disso, buscam implementar uma cultura de colaboração, de empatia, de escuta e que coloque a pessoa no centro de todo o processo.

Além de melhor para o planeta, uma empresa que se modifica para gerar impacto positivo seja dentro da empresa, seja na comunidade onde está inserida, atualmente, alcança inclusive melhor valor de mercado.

Se você é um gestor e acredita que precisa começar a fazer mudanças sociais e ambientais, confira alguns exemplos de projetos que podem inspirar o início de ações corporativas mais responsáveis.

 

Exemplos inspiradores de projetos socioambientais

Exemplo #1 – Água potável aos menos favorecidos

Iniciativas como a da P&G, que envolveu a distribuição de sachês de 4g cujo conteúdo, por sachê, seria capaz de purificar até 10L de água  ou a da Stella Artois, que fabricou taças vendidas especialmente para a conversão da renda em anos de água limpa e de acesso à água potável para populações carentes cuidadosamente rastreadas por uma ONG.

Exemplo #2 – Fabricação sustentável e reaproveitamento

Como a dos EcoLápis da Faber-Castell: além de produtos sustentáveis, permitem o reaproveitamento ecológico.

Exemplo #3 – Fairtrade

O uso de matérias-primas fornecidas somente por produtores de menor porte e, geralmente, cujos cultivos acontecem em desenvolvimento. A famosa empresa de sorvetes Ben & Jerry’s, por exemplo, tem o conceito de Fairtrade ou Comércio Justo como uma das várias iniciativas de um projeto social bem mais amplo conhecido pelo slogan da marca “Paz, amor e sorvete” e que reúne pessoas, empresas e organizações em prol da promoção de justiça social.

Exemplo #4 – Ações que enfatizam a luta contra o aquecimento global

Assim como iniciativas diretamente voltadas à redução de gases causadores do efeito estufa. Uma amostra é a ação “Se derreter, melou”, igualmente promovida pela Ben & Jerry’s e que teve como objetivo recolher o máximo possível de assinaturas de sorveterias e canais sociais para incentivar a adoção de um movimento climático global.

Exemplo #5 – Projetos e ações pela educação

Como o P-Tech da IBM, responsável por treinar milhares de jovens todos os anos com o objetivo de formar profissionais nas áreas de computação e tecnologia que sejam capazes de lidar com as transformações digitais do século XXI; o VOA da Ambev, cujo foco é entregar mentoria e ensinamentos sobre gestão a membros do terceiro setor e que hoje beneficia mais de uma centena de ONGs; e o Instituto 3M de Inovação Social, criado para incentivar o empreendedorismo especificamente nas áreas de ciência e tecnologia e cuja prioridade é a defesa de um trabalho com base em ética, cidadania e sustentabilidade.

Exemplo #6 – Iniciativas sociais envolvendo diversos setores da estrutura social

Semelhantes ao Movimento Natura, que engloba a empresa idealizadora e investidora (Natura); as consultoras dos produtos de beleza desta empresa e membros da sociedade dispostos a atuar como voluntários. É mote do movimento a seleção de iniciativas apresentadas pelas consultoras – o que mostra valorização de seu trabalho e seu alinhamento aos princípios da marca – e implementação destas iniciativas através da escolha de voluntários disponíveis para participar das ações por elas impulsionadas.

Mais exemplos

Fazem parte do rol de exemplos, ainda, entre diversas outras ações e projetos, os que são exclusivamente voltados ao incentivo do trabalho voluntário e também as campanhas para doações de livro e de incentivo à leitura, cujas amostras – ainda bem! – são cada vez mais presentes ao redor do mundo todo.

Se a responsabilidade socioambiental faz sentido para você e para a sua empresa, entre em contato com a Anpecom e conheça a Economia de Comunhão. Entenda como desenvolver uma cultura corporativa voltada para a pessoa e trabalhe pela redução da pobreza.

Autor: Cibele Lana