ANPECOM - Associação comercial por uma economia de comunhão. Logomarca da ANPECOM, composta por meio globo mostrando o mapa do Brasil seguido do nome da associação

Profor faz intercâmbio de 8 dias com Programa de Turismo Sustentável na Argentina

11/12/2019
Experiência aconteceu entre os dias 28 de novembro e 05 de dezembro na província de Salta

Entre os dias 28 de novembro e 5 de dezembro, representantes do Profor, incubadora de negócios da Anpecom, se deslocaram até a província de Salta, na Argentina, para um intercâmbio com o Programa Turismo Sustentável do Noroeste da Argentina (TSNOA), também da Economia de Comunhão.

O programa brasileiro foi representado por Carlos Xavier (coordenador do segundo ciclo), Maria Clézia Pinto (coordenadora do primeiro ciclo), Rodrigo Apolinário (assessor de desenvolvimento pessoal do primeiro ciclo) e Sandra Bandeira (facilitadora de oficinas de empreendedorismo que pré-selecionam os empreendedores incubados).

Durante os oito dias, tiveram a oportunidade de conhecer o TSNOA além de participar do 5º Encontro de Empreendedores promovido pelo programa argentino que acompanha de perto uma rede de mais 30 empreendedores. O encontro de empreendedores aconteceu no município de “El Jardín”, mas as seis comunidades atendidas pelo programa, cujos representantes estavam presentes no encontro, são de várias regiões de Salta.

Encontro de Empreendedores

A viagem também proporcionou aos representantes uma visita à capital e à comunidade “Quebrada del Toro”, no município de “Campo Quijano”, noroeste da província.

Relatos do intercâmbio 

“Ao me reconectar com os dias vividos em Salta, sou invadida por um sentimento de Fraternidade. Revejo cada membro da equipe de técnicos que estão à frente desse desafiador projeto de turismo de base comunitária e me dou conta da tamanha dedicação e seriedade com a qual desempenham esse trabalho, mas, sobretudo, passeio pelas expressões dos rostos dos verdadeiros protagonistas que encontramos nesses dias: Alcira, Primitivo, Mariella, Esteban, Francisca….e muitos, muitos outros. Quanta riqueza, quanta alegria e quanta humanidade. E à medida que conhecemos seus espaços, onde moram e trabalham, um sentido de reverência para com cada um. Pudemos presenciar o que significa a expressão ‘fazer de cada dificuldade um trampolim’”, destacou a coordenadora Maria Clézia Pinto.

Para a facilitadora Sandra Bandeira, o intercâmbio também trouxe muitas lições. “Notei o quanto é preciso romper cada obstáculo. O acesso à energia elétrica trouxe a energia solar, o acesso à água foi inovado por conta da gravidade. Percebi a força das mulheres na apicultura. Encontrei o turismo como uma chave para superar desafios econômicos. Além disso, vi muita reciprocidade e harmonia entre os membros do programa e os empreendedores”, frisou.

“Penso que a vivência desta experiência com nossos irmãos do Programa TSNOA, sendo eles consultores e empreendedores, justamente no momento que iniciamos o acompanhamento dos empreendedores do ciclo 2 do Profor, é providencial, oportuna e favorável. Contribui para identificar todas as oportunidades ocultas, nas aparentes limitações e adversidades que os empreendimentos dos nossos jovens enfrentam, e com eles ajudar a superá-las”, falou o coordenador Carlos Xavier.

“A Argentina vive uma realidade econômica desafiadora, com alta inflação, e a equipe do Programa TSNOA junto aos empreendedores se envolvem de criatividade, ousadia, articulação e atitude para transformar a própria realidade. O que encontrei foram muitas estratégias que deixaram de ser ideia e se tornaram prática. Fiz questão de mergulhar para compreender o que movia cada coração e percebi uma mistura poderosa que envolve a força da natureza, moradores/empreendedores com talento e vontade de mudança e líderes de um programa que sabem provocar o melhor do ser humano para que ele encontre a saída e reinvente a sua existência. Uma grande aula que traz luz para o Profor”, comentou o assessor Rodrigo Apolinário.